Balthorg Scrun

Balthorg Scrun era um simples camponês, com mulher, filhos e uma vida de trabalho árduo e desgastante.

Quando sua casa e plantação foi atacada por saqueadores, sua família foi morta e tudo que havia conquistado foi queimado. Espiritualmente morto, Balthorg se viu em desespero e imensa dor, sua repugnância pela raça humana se tornou inigualável. 

Movido pelo ódio dos homens, ele presenciou o mau, sendo consumido pela oferta sugerida.

Balthorg se tornou dependente de seu novo hábito, a carne humana era o alimento perfeito, seu canibalismo lhe mantinha vivo. Sempre que deixava de comer um ser humano, seu corpo enfraquecia, sua pele deixava o corpo, assim como seus cabelos deixavam o couro.

Guiado pela necessidade, se tornou um açougueiro de bairro, que usava seu ambiente de trabalho, como chave para obter o que queria. Atraia mendigos e forasteiros para seu interior, retalhando-os e escondendo sua carne para uso próprio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *